Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A vida atrasada do acadêmico

quarta-feira, 20 de novembro de 2013
Que o brasileiro deixa tudo pra última hora, isso todo mundo já sabe. Agora, o universitário, esse sim, exagera na sua brasilidade: é Brasileiro com "b" maiúsculo desde sua entrada ao mundo acadêmico. Pode parecer que o termo "mundo acadêmico" tenha sido exagero, mas quem é acadêmico sabe do que estou falando, da sua perda de vida social, do seu novo currículo - o lattes.
Voltando aos atrasados, estes chegam depois em tudo. Se vai pegar ônibus, chega depois que o dele partiu. Se vai assistir a uma aula, chega depois que a segunda aula começou. E assim por diante, até para pedir alguém em namoro, este ser se atrasa, ou nem pede - #protocola pedido.
Final de ano e final de curso para alguns. Daí já sabe: o TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) pesa mais que tudo. O acadêmico toma um pouco de juízo para fazer dentro ou próximo do prazo. Mas, para não perder sua nacionalidade, ele deixa para encadernar e protocolar a monografia nos últimos minutos do prazo final. Daí enfrenta fila, e reclama; esquece de acrescentar o segundo "r" da palavra "corrobora", e reclama do editor de texto; quase é atropelado ao trafegar entre a universidade e as fotocopiadoras, e protesta, "vem pra rua".
Pior que o acadêmico não está sozinho. Igual a ele, outros poucos milhões de acadêmicos estão na mesma situação, causando a super-lotação nas Suplimar e Copex da vida. E pra piorar, em uma dessas, só um estagiário faz o trabalho equivalente a de dez outros funcionários. Deveria receber em dobro esse coitado. O acadêmico já está impaciente, pois algumas folhas tinham que ser impressas com tinta colorida, mas o estagiário já está resolvendo.
Finalmente, o universitário consegue se formar, mas percebe, novamente, que está atrasado para vida fora da universidade.
Imagem: http://www.xonei.com
Curta nossa página: "https://www.facebook.com/masqueseyo".

Comentário(s)
0 Comentário(s)
Nenhum comentário:
Postar um comentário