Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um tipo de felicidade

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014
Eu tinha pensado em dois assuntos para escrever hoje, mas agora me veio outra coisa. Na verdade, pensei ontem, pois já passou da meia noite.
O que tenho para escrever agora é algo que não pode se definir com apenas uma palavra, até porque é sobre muitas coisas. A primeira delas é sobre a felicidade. Muitos se perguntam o que ela é e outros desconfiam de sua existência. Creio que já escrevi sobre este assunto aqui, mas talvez não tenha chegado a nenhuma conclusão. Felicidade pode ser algo mutável, pode ser nada, pode ser tudo. Agora, pra mim, ela seria uma simples mensagem de alguém muito especial pra mim. Digo simples por se tratar apenas de uma, mas pra mim seria bem mais que uma simples mensagem. Representaria que ela lembrou de mim. Coisa boba talvez, mas é isso que eu defino agora de felicidade.
E o oposto dela, da felicidade, talvez nem sempre seja a tristeza. Nessa ideia de que a felicidade é mutável, a tristeza, neste caso, nem sempre se opõe a dita. E a ausência de uma não requer, obrigatoriamente, a presença doutra. Pensando assim, caso minha felicidade não se realize, eu não estarei triste automaticamente. Eu simplesmente estarei nada. Ou não estarei algo. Nem eu consigo entender direito o que quero dizer, mas sei que faz sentido.
Mas amanhã, ou melhor, hoje mais tarde, minha felicidade talvez (e provavelmente) seja outra. O mundo não precisa dar uma volta completa para o sol ser visto duas vezes. Eu não preciso nem mesmo acabar esse texto sem que ela já não esteja mudando.
Imagem: http://www.onerdcristao.com.br

Comentário(s)
0 Comentário(s)
Nenhum comentário:
Postar um comentário