Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sem inspiração para escrever

quarta-feira, 30 de julho de 2014
Simplesmente, não sei o que escrever. Não vem assunto de lugar nenhum, se bem que "lugar nenhum" poderia dar um bom texto. Mas, falando sério, não tenho assunto. Parece que tudo que eu tinha que escrever já foi escrito em Assim Sou/Estou (meu antigo blog que agora está privado). Vez ou outra eu estou lá lendo os "bsurdos" que eu escrevia dois anos atrás. O pior é que eu até gosto dos textos de lá. Além disso, tem os comentários das pessoas, que eram mais frequentes do que os daqui.

Aqui, o povo não comenta, acho até que nem lê. Daí ontem eu li um post (encontrei-o sem querer) que falava de algumas muitas dicas de como escrever bem e deixar o leitor por mais tempo no texto. Gostei do post, mas acho que de nada adiantam as dicas se o escritor (no caso, eu) não estiver nem um pouco inspirado em escrever. O engraçado é que questionar e/ou expor minha falta de inspiração está me inspirando a escrever esses dois parágrafos.

Seguindo essa lógica (?), o texto surge do questionamento. Questionar é um verbo, verbo que representa ação. Será então que a ação vem, quase sempre, após um questionamento? Eu questionava minha falta de inspiração antes mesmo de escrever, há 4 dias.

Não quero aqui levantar ideias revolucionárias, pois, infelizmente, o termo "revolucionário" me parece ruim, visto que ele está atrelado a alguns fatos históricos distorcidos, onde se exalta heróis que, na verdade, foram verdadeiros terroristas. Acho que melhor do que revolução, cai evolução.
Sem inspiração para escrever
Imagem: http://morguefile.com/

Evolução própria. É algo bom e comum a todos nós. Crescemos aprendendo coisas. Mas, por outro lado (esse lado que sempre existe, mas que é ignorado por muitos, ou por minorias que acham que agora é sua vez de dizer "verdades"), deixamos de lado muita coisa que aprendemos e acabamos esquecendo. percebemos isso quando voltamos às nossas lembranças. É bom lembrar do passado e insistir em tirar o máximo dele. Sempre acharemos o passado melhor do que o nosso presente, seja qual for esse passado. Isso ocorre talvez porque ao nos distanciarmos do que já vivemos, podemos ver isso com outros olhos, com uma visão mais complexa e inteligente.

Quando leio alguns posts do Assim Sou/Estou, por mais que muitos textos não sejam lá essas coisas, é uma forma de eu ver um pedaço do meu passado. Não o vejo com os mesmos olhos que me fizeram escrevê-los, mas com os olhos que escrevem esse de agora. Esse era um dos objetivos.
Bom, é isso. E ainda digo que estou sem  inspiração. Você (caso você exista) tem alguma dica para mim? Sobre o que escrever?!
Comentário(s)
0 Comentário(s)
Nenhum comentário:
Postar um comentário