Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Whatsapp sem graça

quinta-feira, 28 de maio de 2015
Finalmente, criei uma conta no Whatsapp. Poxa vida, até o pessoal da terceira idade me pedindo pra criar um, não tinha como resistir por mais tempo. Conta criada, me sinto um perdido vindo dos anos 90 tentando entender o sistema todo.

Sou o novo administrador do grupo


Creio que todo mundo saiba o que é Whatsapp, não preciso nem explicar, né?! Pra quem "não é todo mundo" (segundo algumas mães), o Whats (também conhecido como Zap zap ou "coisa do tinhoso") é um aplicativo pra troca de mensagens e conteúdos digitais por meio do celular.

Basicamente, é mais uma rede social. E por ser "mais uma rede social", eu não queria criar uma conta nisso. Meu receio era que isso se tornasse, para mim, mais uma perda de tempo. Já passo o dia todo no computador. Quando saísse de casa, não quereria ficar preso à tela do celular com essa rede. Não sou muito de conversar, tanto virtual, quanto pessoalmente. Mas, quando saio, quero está desligado de tudo que for virtual, nem que seja para apenas olhar o céu enquanto vou comprar pão.

Mas, acabei criando. Motivos não havia ao certo. O pessoal da igreja criou um grupo e parece que só eu não estava nele. Meu orientador pediu meu Whats no dia da minha orientação. 

Bom, mas o fato é que criei a bagaça. Tentei me familiarizar com os menus e funcionalidades. Troquei conversas com alguns contatos. Tentei excluir outros que já apareceram lá automaticamente, mas até agora, não descobri como. Gente que nem conheço.

Como até agora só acessei esse aplicativo três vezes, não dá pra fazer uma análise mais concreta. Mas já tenho uns dados assustadores. No começo desse texto, disse que alguns chamam esse app de "coisa do tinhoso". Isso já pôde ser comprovado por mim. Com apenas essas 3 vezes, já tenho uma briga, um contato que quero excluir e um toco.

O lance da briga não é tão sério assim. O do contato é. E o do toco partiu o meu coração (risos (seguidos de choros)). Fazer o que, a vida segue.

Para concluir, creio que o Whatsapp é um aplicativo interessante. Tudo depende do uso que dermos a ele. Ah, não leve esse post muito a sério. Pelo menos, já sou administrador de um grupo (veja a foto acima).
Comentário(s)
0 Comentário(s)
Nenhum comentário:
Postar um comentário